Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Lula não recua, e crise com Israel ofusca G20

Blinken vai a Brasília; Lavrov à Venezuela para encontrar Maduro

RIO DE JANEIRO, 21 fevereiro 2024, 10:02

Redação ANSA

ANSACheck

Brasil preside G20 (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Por Patrizia Antonini – Nada de recuo de Lula. O presidente progressista brasileiro não pedirá desculpas ao governo de direita de Netanyahu. O país sul-americano chega assim, em plena crise diplomática, ao primeiro compromisso de destaque de sua presidência do G20.

Uma tormenta instaurada depois das declarações de Lula, que comparou o que acontece na Faixa de Gaza ao Holocausto de Hitler, e que agora arrisca obscurecer a reunião dos chefes das diplomacias dos 19 Estados e dois blocos econômicos mais ricos da Terra.

Um fórum organizado para amanhã (21) e quinta-feira (22) no Rio de Janeiro, com a cidade blindada para a ocasião, com um efetivo massivo de militares, agentes de polícia, e vigilada por milhares de câmeras.

A escalada da crise diplomática nas últimas horas no Planalto, com a convocação do embaixador brasileiro em Tel Aviv, Frederico Meyer, para retornar ao Brasil para consultas; e a convocação do número um da delegação israelense no Brasil, Daniel Zonshine, não promete uma solução rápida.

E Lula, que gostaria de usar o primeiro importante encontro guiado pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, para lançar uma aliança contra a fome, a pobreza e as desigualdades, se encontra sob ataque – fora e dentro do país – onde se tornou alvo das forças de direita. Com Bolsonaro prometendo uma demonstração de força no domingo (25), no protesto convocado na Avenida Paulista.

Críticas choveram sobre o presidente brasileiro também pela posição (“cínica”, segundo alguns) diante da morte do ativista anti Kremlin Alexei Navalny: “Se é suspeita, precisamos primeiro esperar a investigação para descobrir do que morreu”, comentou. “É uma questão de bom senso”, reagiu.

Também não faltaram perplexidades pelo silêncio de Lula sobre a repressão dos opositores na Venezuela, onde o ministério das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, fez uma visita para encontrar Nicolás Maduro, antes de chegar à capital fluminense.

Algum desenvolvimento da crise entre Brasil e Israel também pode derivar da visita do secretário de Estado americano, Antony Blinken, esperado nesta noite em Brasília e com um encontro marcado com o chefe de Estado brasileiro para amanhã de manhã, antes de chegar aos trabalhos no Rio, onde a questão do Oriente Médio estará na mesa.

Da reunião do G20 participa também o britânico David Cameron, que, depois de ter sido declarado “persona non grata” pelo governador argentino da Terra do Fogo por sua visita (definida como “provocação”) ao arquipélago composto pelas Falkland/Malvinas, promete lutar na guerra na Ucrânia.

Um compromisso, o de amanhã no Rio, onde pela primeira vez Lavrov cruzará com os diversos olhares de condenação pela morte de Navalny.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx