Congresso americano cassa mandato do deputado George Santos

Republicano de origem brasileira é 1º expulso em 20 anos

George Santos foi cassado de seu mandato pelo Partido Republicano de Nova York (foto: ANSA)
George Santos foi cassado de seu mandato pelo Partido Republicano de Nova York (foto: ANSA)

(ANSA) - O Congresso dos Estados Unidos cassou nesta sexta-feira (1º) cassar o mandato do deputado do Partido Republicano por Nova York George Santos, filho de imigrantes brasileiros e que já viveu no país.

O agora ex-parlamentar enfrenta 23 acusações judiciais no país e se tornou o sexto deputado da história do Parlamento americano a ser expulso. Esta também é a primeira expulsão desde 2002.

A votação requeria dois terços de votos na Câmara, 287 dos 435 deputados. A expulsão já havia sido votada outras duas vezes, mas a adesão de republicanos à medida foi decisiva para a aprovação.

Após uma série de controvérsias, um relatório foi divulgado recentemente apontando uma série de crimes financeiros e irregularidades por parte do político.

Ele nega as acusações e se diz vítima de perseguição política. Na terça-feira, o político desafiou os colegas a levar sua cassação ao plenário e disse que não renunciaria.

Entre os escândalos, ele teria usado doações para sua campanha em procedimentos estéticos e assinaturas do site adulto Onlyfans. Ele também teria recebido benefícios indevidos durante a pandemia e é acusado de fraude financeira e roubo de identidade. (ANSA).